Uso das Novas Tecnologías na Escola Pública do Município de Estância–Sergipe/ Brasil, Ano 2017

Autores/as

  • Tereza Cristina Dórea Pereira

Palabras clave:

utilidade didática, novas tecnologias, competências tecnológicas, processo ensino aprendizagem

Resumen

Esta investigação trata sobre o uso das novas tecnologias na escola pública no município de Estância- Sergipe-Brasil no ano de 2017. O tipo de pesquisa adotado neste trabalho é de abordagem quantitativa, de nível de profundidade descritiva, com desenho de cunho não experimental, pois não se manipulou nenhuma variável. Como procedimento de coleta de dados foi aplicado uma enquete com questionário dicotômico estruturado fechado, de opções de respostas sim e não. A população da pesquisa atinge 310 educadores, dentre elas 298 são professores e 12 gestores, da qual foi selecionada uma amostra representativa, por procedimento probabilístico aleatório simples, com nível de confiança 95 % e margem de erro 5 %, constituindo-se assim, 168 professores (selecionados) e 12 gestores para obter a amostra geral de 180 educadores que trabalham nas escolas municipais públicas da sede no município de Estância. Diante desse contexto, definiu-se como objetivo geral dessa pesquisa: Diagnosticar a medida dá utilidade didática das Novas Tecnologias na escola pública do município Estancia-Sergipe no que se refere ao uso na prática docente para auxiliar no processo ensino aprendizagem. Dos dados coletados obteve-se como resultado que a construção do conhecimento (94%), dinamização das atividades (90%), interação cognitiva (93%) de respostas positivas. Tais resultados permitem concluir que os docentes reconhecem a importância das TIC’s na área educacional.

Citas

Almeida, M.; Menezes, L. O papel do gestor escolar na incorporação das TIC na escola: experiências em construção e redes colaborativas de aprendizagem. São Paulo, PUC-SP, 2004.

Brandão; Teixeira, Adriano Canabarro. Software Educacional o Complexo Domínio dos Multimeios. Passo Fundo, RS: Material didático, Universidade de Passo Fundo, 2002.

Cardoso, Gustavo. A mídia na sociedade em rede. Rio de Janeiro, FGV, 2007.

Cortelazzo, I. B. C. Redes de comunicação e educação escolar: a atuação de professores em comunicações Telemáticas. 1996. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação, USP, São Paulo. Dillon, Andrew. Myths, Misconceptions and an Alternative Perspective on Information Usage and the Electronic Medium. In: Rouet, J.F., Levonen, J.J. 1996.

Ferreira, A.A. Apropriação das novas tecnologias: concepções de professores de História acerca da Informática Educacional no processo ensino-aprendizagem. 2004. 94f. Dissertação (Mestrado em Educação Tecnológica) –Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2004.

Fróes, Jorge R. M. Educação e Informática: A Relação Homem/Máquina e a Questão da Cognição- http://www.proinfo.gov.br/biblioteca/textos/txtie 4doc.pdf

Graça, A. Importância das TIC na sociedade atual. 23 fev. 2007. Disponível em:<http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/tic/10importanctic. htm#vermais.

Kenski, V. M. Tecnologia e ensino presencial e a distância. Campinas, SP: Papirus, 2003.

Mercado, Luís Paulo Leopoldo. (Org.). Novas tecnologias na educação: Reflexões sobre a prática. Maceió. EDUFAL, 2002.

Moraes, C. M. Novas tendências para o uso das tecnologias da informação e da comunicação na educação. In: Fazenda, I. et al. Interdisciplinaridade e novas tecnologias. Campo Grande: Ed. Da UFMS, 1999.

Moran, José Manuel. Porque as mudanças são tão lentas em educação? Texto complementar do livro A educação que desejamos: novo desafios e como chegar lá.3ª ed. Campinas: Papirus, 2008

Moran, José Manuel, Masetto, Marcos; Behrens, Marilda. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 7.. ed. São Paulo, SP.: Papirus, 2003.

Moran, José Manuel. Novas tecnologias e o reencantamento do mundo. Revista Tecnologia Educacional. Rio de Janeiro, vol. 23, n2. 126, set. / out. 1995.

Perrenoud, Philippe. 10 Competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

Pretto, Nelson De Luca. Uma escola sem/com futuro educação e multimídia. Campinas: Papirus, 1996.Sampaio, Marisa Narcizo, Leite, Lígia Silva. Alfabetização tecnológica do professor. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999

Sampieri, R. H.; Collado, C. F.; Lucio, M. D. P. B. Metodologia de pesquisa.5. ed. São Paulo: Mc-Graw- Hill, 2010.

Valente, José Armando; PRADO, Maria Elisabette B. Brito; ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Educação a distância via Internet. São Paulo: Avercamp, 2003. p. 190.

Valente, José Armando. Informática na educação no Brasil: análise e contextualização histórica. In: VALENTE, José Armando (org.). O Computador na Sociedade do Conhecimento. Campinas: UNICAMP / NIED, 1999.

Descargas

Publicado

2021-03-08

Cómo citar

Dórea Pereira, T. C. (2021). Uso das Novas Tecnologías na Escola Pública do Município de Estância–Sergipe/ Brasil, Ano 2017. Arandu UTIC, 7(2). Recuperado a partir de http://www.utic.edu.py/revista.ojs/index.php/revistas/article/view/109

Número

Sección

Artículos