Ludicidade e aprendizagem: Reflexões acerca do processo de simbolização no aprendente de 6 anos

Autores/as

  • Cléia Luciane Kreusch

Palabras clave:

Aprendizagem, Ludicidade, Ensino, aluno

Resumen

O Lúdico é essencial às crianças e nos revela de diversas formas que tem poder na formação e aprendizagem. Auxilia no desenvolvimento emocional, intelectual, social e físico. Esquecer-se do lúdico nos primeiros anos de escolaridade é deixar de oferecer às crianças a possibilidade de brincar, imaginar, construir e reconstruir os significados dos objetos aprendidos. A pesquisa tem como objetivo analisar a importância da ludicidade no processo de ensino e de aprendizagem no primeiro ano do ensino fundamental de nove anos, para sensibilizar os educadores na aplicação deste método, com vista numa aprendizagem significativa, capaz de balizar os alunos com conceitos, atitudes e procedimentos de maneira significativa. Para tanto, revela a necessidade dos educadores utilizarem as atividades lúdicas durante suas práticas pedagógicas para que o educando possa expressar-se, desenvolver-se e relacionar-se com o mundo, com as pessoas, com os objetos e com ele mesmo, tornando-se um ser histórico-social, autônomo, criativo, crítico e participativo da sociedade à qual pertence, desenvolvendo-se na inteireza de suas potencialidades. Ressalta-se que para alcançarmos os objetivos da pesquisa, e conseguirmos as informações e dados necessários, utilizou-se uma investigação de forma quantitativa, exploratória e descritiva. Foi indispensável à utilização de procedimentos como a consulta em referencial bibliográfico para obter embasamento teórico e a aplicação de um questionário junto a 30 professores do ensino fundamental do primeiro ano.

Citas

APA. (2006). Manual de estilo da APA: Regras básicas/American Psychological Association. Trad. Magda França Lopes. Porto Alegre: Artmed.

Baggio, Ângela M. Brasil. (1988). Psicologia do Desenvolvimento. Petrópolis: Vozes.

Bock, Ana M. Bahia; Gonçalves, M. Graça M.; Furtado, Odair. (2002). Psicologia sócio histórica: Uma perspectiva crítica em sociologia. São Paulo: Cortez.

Böhm, Winfried. (1994). Wörterbuch der Pädagogik, Stuttgardt: Kröner.

Brenelli, R. P. (1996). Uma proposta psicopedagógica com jogos de regras. In: Sisto, F. F. (Org.). Atuação psicopedagógica e aprendizagem escolar. Petrópolis, RJ: Vozes.

Brougére, G. (2001). Brinquedo e cultura. (4. ed.). São Paulo: Cortez.

Cortella, M. S. (1999). A escola e o conhecimento: fundamentos epistemológicos e políticos. (2. ed.). São Paulo: Cortez.

Delors, J. (Org.). (2001). Educação: um tesouro a descobrir. (6. ed.). São Paulo: Cortez.

Freire, P. (1987). (1996). Pedagogia da autonomia – saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra.

Freire, P. (1987). Pedagogia do Oprimido. (17. ed.). Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Kishimoto, T. (1993). Jogos infantis: o jogo, a criança e a educação. Petrópolis, RJ: Vozes.

Kishimoto, T. (Org.). (1998). O brincar e suas teorias. São Paulo: Pioneira.

Kishimoto, T. (Org.). (2000). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. (4. ed.). São Paulo: Cortez.

Menegolla, M. (1991). E agora escola? (2. ed.). Petrópolis: Vozes.

Molon, Susana Inês. (2003). Subjetividade e constituição do sujeito em Vygotsky. Petrópolis: Vozes.

Negrine, A. (1994). Aprendizagem & desenvolvimento infantil: simbolismo e jogo. Porto Alegre: PRODIL.

Piaget, J. (1990). A formação do símbolo na criança: imitação, jogo e sonho, imagem e representação. (3. ed.). Rio de Janeiro: LTC.

Vygotsky, L. S. (1998). A formação social da mente. (6. ed.). São Paulo: Fontes.

Vygotsky, L. S. (1998). Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: Vygotsky, L. S.; Luria, A. R.; Leontiev, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. (6. ed.). São Paulo: Ícone.

Descargas

Publicado

2021-01-16

Cómo citar

Kreusch, C. L. (2021). Ludicidade e aprendizagem: Reflexões acerca do processo de simbolização no aprendente de 6 anos. Arandu UTIC, 7(2). Recuperado a partir de http://www.utic.edu.py/revista.ojs/index.php/revistas/article/view/111

Número

Sección

Artículos